Passando dos 12

Should I stay or should I go?
Olá, minha gente. Dia atípico na rotina: um treino onde não liguei em quanto faria uma distância desejada. Foi o longão mais mangue (baianês para sem compromisso, desleixado) que fiz. Menti para Marizinha e Tércio: passei para ambos a estratégia de hidratação e alimentação para o dia e o percurso, caprichamos no alongamento e inicial e fizemos os primeiros 5k em quase 32'... Os falei que correríamos 10k, já imaginando que alguém "quebraria" mentalmente só de ouvir que na verdade a distância planejada era 12,5k, um pouco a mais do que foi meu limite a um mês atrás.

Essa foto é histórica, não?!
O plano era "digo que são 10k, quando eles começarem a chorar, serão 10k corridos. Se falar que são 12,5k, antes disso já vai ter lamentação"... Antes de tudo, quero dizer que não fui irresponsável. O que observo é que os treinos de 6k e 8k são entendiantes para Tércio: distância pouca, na mesma hora que começa acaba... Com seus mais de 1,90m, suas largas passadas me deixam para trás e puxam muito de quem já entendeu que ou é pouco  e rápido ou muito e devagar. No Circuito das Estações semana passada ele já me falara que o ritmo frenético para fazer 5k na casa dos 25' não era o que ele planejava para sua "corrida". Marizinha por sua vez, se mostra uma corredora de ritmo mais lento; se eu não falar a distância para ela e for ao seu lado, a menos que ela tenha cabulado a musculação ou tenha mais de uma semana sem treinos, ela me acompanha facilmente. Tirei pela Corrida do Itaigara quando pensei que o percurso de 8,6k era um, mas na verdade era outro, cheio de ladeiras... mas ela foi atrás de mim, pois não sabia como voltar para o lugar mais próximo da linha de largada/chegada, fazendo um belo tempo em sua primeira >6k... Então, ambos estavam preparados fisicamente, só faltava vencer o mental naquele momento. 

Planejara largar cedo, antes das 7h, Quis partir de um ponto longe da cidade (Itapuã - Largo da Sereia) onde o retorno para a minha casa só fosse possível realmente tendo percorrido mais que uns 8k. Logo, quebrando ou não, teríamos que terminar andando caso faltassem pernas para correr e sentiríamos de uma maneira ou outra os limites da própria resistência. O ritmo lento, faria com que o que se fosse sentido fosse algo controlável e dentro do limite de segurança, eu também não estava no meu melhor: pagando a Sexta Santa, fui à academia ontem e as vítimas foram os quadríceps e ombros, elementos vitais à uma boa postura em pista... esse agachamento com afundo dá uma dor na bu...
Tércio perdendo para a desidratação

A primeira falha foi de Tércio, que não caprichou na hidratação caseira e bebeu pouca água, fazendo necessário torrar sua garrafa de pouco mais de 500ml antes mesmo de 45' correndo. Seu ritmo estava impressionante e tendo bebido os quase 1l antes de largarmos, como geralmente fazemos, imagino que ele fosse nos humilhar na sua graciosa perfomance. Mariana, voltou a sentir dores do ritmo faca nos dentes imposto no Circuito das Estações semana passada. Sua coxa direita reclamava, passei todo o percurso ao seu lado, pedindo-a que pelo menos trotasse, e já era lá pelo oitavo quilometro que eu realmente entendi que nem no trote ela correria confortavelmente e partimos para uma entendiante caminhada. 
Marizinha não chegou a tanto... Rs!

Eu ainda estava bem, queria mais... contudo, realmente saí de casa querendo ver os meninos rompendo barreiras e entendendo que a diferença de quem corre 5 lentamente para quem faz 10 num pace intermediário é pequena e que eles também podem se juntar a galera que faz as corridas mais tranquilas. Como já falei anteriormente, a multidão de iniciantes e caminhantes que seguem em nossos pelotões de 5k fazem a gente perder pelo menos 2k se livrando do trânsito humano e nada é mais tenso que tantos dribles e ultrapassagense os 3k que restam não são as vezes suficientes para a recuperação de tempo perdido. Respeitei os limites deles hoje e acho que eles entenderam que a partir de agora o pré-pista significa tanto quanto o momento da corrida e os treinos decisivos para a prova que guardamos para nosso RP semana que vem serão bastante valorizados. Eu pretendo só treinar tiros no meu polimento e os garotos vão por em dia algumas estratégias; foi o que pedi a eles, só lembrando que agora é hora de aliviar se quiserem dar mais de 80% de si semana que vem.

ESPORTE ESPETACULAR

Longe de tempos de atletas-elite e inspirando tanto quanto.
Olhem, não curto muito a emissora, mas a Globo está de parabéns promovendo o atletismo e a corrida de rua como tem feito. Hoje o programa teve mais de um terço destinado a tentativa (mais marketeira que qualquer outra coisa) do Bolt de quebrar seu recorde nos 150m no cenário inusitado montado numa praia para isso e o retorno da repórter Carol Barcellos ao programa com o quadro Fôlego Máximo para a cobertura da emocionante porém muito difícil Maratona de Jerusalém. A história de Bolt me comoveu pelo nível de dedicação que atletas-elite conseguem chegar, me fazendo rir de mim mesmo ao achar que o que tenho feito já é um esforço sobrenatural. A da Carol... pqp!!! Não sou muito chegado à religião, mas tenho minhas fitas do Senhor do Bonfim amarradas aos tênis que corro e me emocionei na Igreja do Bonfim esse ano ao completar a primeira corrida do ano em plena Colina Sagrada e sub 6'/km.... Mas deve ser super energizante correr por alguns dos caminhos bíblicos bacanas, sentir a fé do colega que fez os 42,195m descalço... Eu estou sem palavras agora para descrever o que assisti e sugiro que quem tiver um tempinho, que assista o vídeo no link acima. Foi muito show. Longe de mim querer tantos km na minha vida em um só dia, mas sinto que quando fizer minha primeira meia e fora de Salvador chorarei tanto quanto eles, principalmente se a corrida disser tanto para mim quanto aquela disse à Carol e ao Clayton Conservani que já é atleta de muitas maratonas e ultras mundo adentro.

E vocês, como foi o treino do fim de semana? Acharam que fiz o certo em vendar os olhos de meus "inspirados" e fazê-los crer que o limite não é logo ali? Duvido muito que em algumas semanas eles já não estreiem nos 10k.

See you, guys. Semana que vem tem RP postado para vocês.
Boa Páscoa!!!

Comentários

  1. Nossa me emocionei muito com a experiência da Carol até comentei no meu blog também.
    Quanto a omitir a distância do treino na minha opinião é arriscado, mas no fim deu tudo certo. As vezes é necessário levar as pessoas a novos desafios, serve de motivação. Você é retado!
    Concordo com você que pra quem faz 5km lento, os 10km não é nada de espetacular. Eu inclusive curto muito mais os meus treinos de 8 e 10km do que os de 5km. A sensação é que embora seja maior eu me canso menos e no fim sempre fico mais feliz por ter feito um percurso maior.
    Não é atoa que lhe admiro tanto.
    Bjs.
    Cássia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bala! Estávamos dentro do limite de segurança. As pessoas às vezes precisam ser postas à prova para entender que o que todos falam à elas é verdade.

      Excluir
  2. Olá, espero que vc tenha amanhã uma ótima corrida!!!! gostaria de uma informação, como iniciante nesse circuito de corrida de rua, como faço pra me inscrever na Latin Night Race do dia 21? bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sui, até quando não sabia onde procurar os calendários de prova, eu punha o nome das provas no google e abria o site oficial. Lá, terá o link para a etapa de Salvador e o passo-a-passo para a inscrição é como o de qualquer compra na Internet. A corrida foi ótima, aguarda o post. Eu sei das provas através do calendário da FBA (Federação Baiana de Atletismo): eles dizem a organização das provas e depois vou no site dos organizadores efetuar inscrições ou na própria FBA quando é ela quem as organiza.

      Excluir

Postar um comentário

Seus comentários e visitas me inspiram muito sempre que corro: bons treinos, provas e mudanças de vida para vocês também. Thanks!