33ª Corrida Raimundo Baltazar e pódio!

Fazendo bonito na pose do Hostil

Fala, galera!!! Na Quinta (dia 1º) antes de embarcar para a Wings for Life #WorldRun em Florianópolis, encarei as tradicionais 5 milhas de uma das mais antigas corridas da cidade. Fiz ano passado, outros focos, outro volume jamais teria ideia que hoje, encaixaria aqueles 44' em 38' como fiz agora. De quebra, subi no pódio como terceiro da faixa e presenciamos mais uma vez os verdes marcarem presença nos pódios de muitas faixas etárias. Mais importante que isso foi perceber o crescimento de nossos atletas e o quanto o treino duro, mesmo com seu lado ruim, nos torna melhores e triplica o barato que essa corrida proporciona. Mais uma vez: foi tudo show!
Ygor gemendo de frio no pré-prova.

Marcos, sparring que tem me motivado bastante botando do lado nas provas.
Chovia em Salvador loucamente. De 30 graus caía para 24 e não sabíamos o que esperar da prova. A chuva em si é suportável, mas com tão pouca gordura como tenho estado ultimamente, as rajadas de vento me deixam com bastante frio e sofrer com isso antes da largada no aquecimento já foi o primeiro desafio. A conversa foi bastante legal e deu para planejar detalhes pequenos. Por mais que a intenção sempre fosse a prova da Red Bull, uma vez inscrito, muito dificilmente não daria o meu melhor e saí para os pretendidos 4' altos por volta, o que mantive até os primeiros obstáculos: imensas poças d'água em meio ao percurso.
Mais um pódio!!! :D
Passada a primeira metade da prova e devendo um pouquinho ao Garmin foi a hora de descontar em tiros curtos e mais longos. Corri ao lado dos parceiros de treino Ricardo e Marcos... Mal tinha como falar mais que duas palavras, realmente estava forte o ritmo deles, mais ainda por ter sido um dia após a #pistasemlei, nossos tiros de toda Quarta. O primeiro foi ombro a ombro, até os 6 e poucos o segundo me despachou logo nos 3k partindo para uma bela conquista pessoal - Obrigado pelo gás, vocês dois. Ygor, João e outros sparrings também tiveram seu dia vitorioso com pódios. Tive a chance de bater papo com uns atletas que eu desconhecia e só me encantei mais por essa gente que topa essas provas da Federação Baiana de Atletismo, sem muita badalação, mimos desnecessários mas com muita história de vitórias pessoais e até mesmo sacrifícios que provam que as vezes os corredores mais humildes são os que tem condições de ir mais longe.

Tenho também brincado de técnico mesclando os treinos da assessoria com os da Runner's e uma pitada de improviso com uns estudos pessoais. Minha atleta virtual e prima Djane, como planejado, subiu no pódio feminino geral como 2ª colocada em pouco mais que 34'. Mais uma que longe das tecnologias modernas mas com muita dedicação e aptidão conseguiu o que queria e viajou 300km para figurar num pódio de até então cartas marcadas do atletismo feminino local. Jogo do 1 erro: cadê Marizinha? A musa ficou de fora da faixa e da prova inteira. É mês de formatura e o foco está todo voltado para lá com uma pequena pausa para nosso tour em Floripa que contarei detalhadamente assim que comprar as fotos oficiais do evento. 

Obrigado, galera. Estou extasiado e mal posso esperar para dividir o fim de semana esportivo e turístico na cidade que mais me encantou no Brasil. Até mais.


Comentários

  1. Parabéns meu amigo! Você cada dia crescendo e subindo ao pódio. Feliz com todos sendo premiados, muito orgulho de todos vocês!
    Estaremos todos juntos na RD.
    Bjs
    Cássia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Cássia. Te quero de verde conosco!!
      Grande beijo!

      Excluir
  2. Bela corrida e pódio merecido Ivanzão. #pracima. Teve a parte profana na despedida à noite. Kkkkkkk

    Marcos Costa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos trilhado o mesmo caminho há algum tempo. Sua vitória é minha vitória e espero que vice versa. Parabéns, Marcão!

      Excluir

Postar um comentário

Seus comentários e visitas me inspiram muito sempre que corro: bons treinos, provas e mudanças de vida para vocês também. Thanks!