Longuinho e 38ª Riachuelo - Split Negativo obrigatório

 Ainda não foi dessa vez que matei minha saudade das provas curtas de verdade. A tradicionalíssima Corrida Riachuelo que para a Orla da cidade em algum Domingo de Junho é uma prova de 10k e faz parte do maior circuito de corridas de rua de Salvador, mas retomamos os longos para a Maratona do Rio e esse final de semana foi dia de completar 23km e ao invés de ficar igual a hamster no percurso da prova, preferi ir de casa até a largada (aproximadamente 12k), aquecer e fazer a corrida dentro do que o corpo ainda tivesse em energia, o que talvez me impedisse de um RP ou de uma prova com mais qualidade que a que consegui fazer ontem.

A Federação Baiana de Atletismo tem melhorado bastante. A entrega dos kits foi sem tumulto na Sexta e no Sábado. Peguei o meu de mais dois companheiros de equipe e comecei a concentração para a prova. Depois da Meia da Bahia, priorizei musculação e descanso enquanto a corrida foi mais por uma manutenção do que já criara e recuperação da musculatura. Sofri uns dois dias com algumas dores chatas que venho carregando em todo esse ciclo da maratona e de minhas falhas na pista. Não fiz o treino de pista, mas malhei regularmente, me alimentei cuidadosamente e desde cedo planejava um longo de qualidade para o fim de semana. É São João no Nordeste e a cidade já está um pouco de marcha reduzida com ruas mais vazias, menos engarrafamentos e menos compromissos marcados para esse fim do mês. Tem dado para correr em qualquer lugar e a qualquer hora, trocando em miúdos.

Sábado decidi que faria o treino no formato que descrevi acima. Ao chegar na Barra e sentir o vento e o corpo no aquecimento bati o martelo que não iria fazer tanta força na Riachuelo como deveria. Além de tudo que falei, ela é uma prova bem dura, com tempos na casa dos 33' (resultados aqui) e com premiações por faixa mais difíceis de pegar que o habitual, característica comum do circuito baiano... Se deixarmos nossos corpos se empolgarem, vamos atrás desses atletas mais rápidos e jogamos pra cima toda a nossa estratégia de fim de semana. Larguei de casa em ritmo de maratona (coisa pra 5'40''/km) e cheguei faltando 20' para a largada da prova que ontem foi extremamente pontual. Largamos as 7h30 e achei que os 53' que a colega Leila queria seriam ideais para levar a segunda metade do treino como o split negativo (5'20'' nesse dia) que tantos almejam e poucos conseguem executar. Levei ela por toda a prova, cortando o vento com outros dois colegas para que ela não o sentisse tanto nos momentos onde ele influenciava na corrida, sem deixar, contudo que eu focasse na qualidade do meu treino, vide postura, coordenação de movimentos e suplementação (ontem usei pé de moleque em homenagem ao São João, mas também pelo bom balança de carboidratos simples do açúcar caramelizado e gorduras boas do amendoim). Fechamos a prova para 53'37'', chegamos juntos e ela levou o pódio da faixa num domingo onde não só eu, mas vários colegas tiraram o dia para dar aquele gás na corrida dos outros, como Thiago que ajudou um deficiente visual que não teve a companhia do oficial do seu guia e Estratégia que, como sempre, foi dar força a ex-parceira de equipe Lívia a chegar com o astral lá em cima.



Até a Maratona temos a maravilhosa Corrida 2 de Julho da AVAB onde passearemos pelo centro da cidade em 11km de uma corrida sem igual em nível de dificuldade (de moderado a difícil) e em termos de percurso (com só uma prova repetindo-o). Ainda temos 10k do Circuito Caixa esse Domingo por um precinho sensacional, Circuito das Estações e Circuito Powerade, respectivamente. Mais informações, vejam os sites oficiais dessas provas e o calendário de corridas locais no site da FBA. Vejo vocês por aí.

Obrigado, Marcelo Malaquias, Alberto Rezak e amigos pelas fotos desse fim de semana. No aguardo das do Olho no Atleta para a divulgação do blog em outras redes sociais.

Comentários

  1. Correr é uma magica! parabéns a todos, são ótimos. Vanuza Lins.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Seus comentários e visitas me inspiram muito sempre que corro: bons treinos, provas e mudanças de vida para vocês também. Thanks!